Proteína de soja colorida e saborosa

Compartilhe nas suas Redes Sociais:

Ou você pode simplesmente copiar e colar na sua Rede Social

Proteína de soja colorida e saborosa

9 de maio de 2019

Descrição

Compartilhar

Já começo o post com uma revelação: fui vegetariana durante um período da minha infância.

Minhas recordações de criança não são muito nítidas, mas o que eu consigo lembrar é que, um dia, paramos de comer carne. Em substituição, comíamos proteínas vegetais, como seitan ou proteína de soja.

De verdade, eu até curtia o seitan – achava que ele ficava ótimo à milanesa ou à parmigiana (convenhamos, o que não fica bom preparado desse jeito, néam). Mas a proteína de soja era um sofrimento. Tinha o mesmo cheiro da ração da nossa cachorrinha, e eu odiava.

Hoje, trinta e tantos anos depois (afff, abafa), posso dizer que, preparada do jeito certo, proteína de soja é uma delícia!

Quem me ensinou os truques que eu vou passar a vocês foi a Pi, uma moça linda, forte e inspiradora, minha influencer e vizinha de baia.

Ingredientes

2 xícaras de proteína de soja texturizada (PTS) fina e clara
Caldo de meio limão
1/4 de xícara de cebola picadinha
1 dente de alho picadinho
3 colheres (sopa) de shoyu
2 colheres (chá) de vinagre balsâmico
2 colheres (chá) de molho inglês
1 pitada de páprica defumada
1 pitada de cominho moído
Pimenta-do-reino moída na hora a gosto
1 fio de azeite
1/4 de xícara de cenoura em cubinhos
1/4 de xícara de vagem-palito em cubinhos
1/4 de xícara de pimentão vermelho em cubinhos

Modo de Preparo

Em uma panela média, ponha 1 litro de água para aquecer. Quando a água estiver fervendo, adicione a proteína de soja e o caldo de limão. Abaixe o fogo e deixe ferver por 10 minutos. Eventualmente, retire a espuma acumulada com uma escumadeira.

Passados os 10 minutos, escorra a proteína de soja em uma peneira. Lave-a sob água corrente até que o líquido que escorrer não esteja mais amarelado. Com as costas de uma colher, aperte um pouco a proteína de soja contra a peneira para escorrer um pouco da água. Despeje a proteína em um pano de prato limpo, faça uma trouxinha e torça para remover o máximo de água possível.

Despeje a proteína em uma tigela, adicione o alho, a cebola, o shoyu, o vinagre balsâmico, o molho inglês, a páprica, o cominho e a pimenta-do-reino. Misture bem até ficar tudo muito bem distribuído. Tampe a tigela e deixe na geladeira marinando por, pelo menos, 1 hora (quanto mais tempo você deixar, melhor os sabores vão penetrar).

Em uma frigideira grande, verta um fio de azeite e leve ao fogo médio. Refogue nele a cenoura, a vagem e pimentão vermelho até ficarem mais tenros. Adicione a proteína de soja e continue refogando até que a cebola esteja cozida. Prove e acerte o tempero, se necessário.

Sirva com a comidinha do dia a dia, como recheio do escondidinho ou da torta salgada, como ingrediente do molho do macarrão… as possibilidades são infinitas.

Observações Finais

* Os legumes adicionados no refogado podem variar a gosto. Já fiz com milho e azeitona picadinha e ficou delícia. Outras possibilidades: abobrinha, abóbora, tomate, alho-poró… nhammm, tô ficando cheia de ideia aqui para as próximas vezes que preparar!

* Notou que eu usei ingredientes escuros para marinar a PTS? É para emprestar uma corzinha a ela, já que escolhi a clara (a escura tem adição de caramelo). Você pode deixar a sua clarinha, se quiser, é só temperá-la com ingredientes claros. Mas eu pessoalmente acho meio desanimado.

* O limão na hora de aferventar a PTS é fundamental – do contrário, a espuma vai subir horrores e emporcalhar todo o seu fogão. Além disso, ele ajuda a tirar o cheirinho de ração de cachorro.

anterior
Brownies veganos absurdamente bons
próximo
Guacamole
anterior
Brownies veganos absurdamente bons
próximo
Guacamole

Adicionar um comentário